Guia da Cirurgia Plástica | Cplástica Brasília
X

Cirurgia Plástica

Outros

Outros

Autoestima é o valor que uma pessoa confere a si mesma com base em suas experiências pessoais, suas emoções, comportamentos, crenças e autoimagem que julga importante, sendo que podem ser aspectos negativos ou positivos. É a imagem que cada um tem de si e, por isso, pode afetar o bem-estar e, consequentemente, a saúde mental.

Nesse ponto, a cirurgia plástica, quando bem indicada, pode ajudar muito na saúde mental por melhorar positivamente a auto estima.

Quando alguma área corporal realmente afeta a pessoa e é possível um tratamento com segurança, os benefícios dessa transformação na auto estima serão enormes, muito além de melhorar a saúde mental podemos afirmar que melhora a saúde corporal pois os pacientes tem mais ânimo para se cuidar e cultivar bons hábitos de vida.

Outras grandes melhorias estão nos relacionamentos conjugais e familiares e também no trabalho. A melhor aceitação e auto valorização estimula a auto confiança. Quem se aceita bem e tem auto confiança, vive melhor para si mesmo e com quem convive.

Um alerta muito importante: cirurgia plástica não trata depressão ou distúrbios de distorção de imagem corporal. Essas enfermidades devem ser tratadas por especialistas (psiquiatras, psicólogos e terapeutas) antes de pensar em cirurgia plástica.

Importante encontrar um cirurgião plástico da sua confiança para realizar sua primeira consulta, explicar os motivos de querer mudar algo e receber as orientações e limites reais de uma cirurgia plástica bem sucedida.

O pós-operatório é fundamental pois é um período que causa ansiedade em muitos. A cirurgia plástica não vai ficar bonita de imediato pois tem inchaços, roxos, dor, etc. Isso tudo pode demorar semanas a meses para melhorar. Você deve estar preparado também para o pós-operatório. O apoio de um familiar próximo ou amigo ajuda muito nesse momento e nós, da Cplastica Brasília, vamos estar sempre com você em todo esse processo.

Muitas vezes adiamos sonhos, mudanças na vida ou uma cirurgia que pode transformar a auto estima. O poder de decisão é de cada um, basta dar o primeiro passo!